• Twitter Basic Black
  • Black TripAdvisor Icon
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon

R. Jornalista Caio Machado, 704 Santa Quitéria

Curitiba- Parana-Cep. 80310-430 What +55 41 99964 9650

© 2019 por Hotel CWB

MUSEU OSCAR NIEMEYER

O formato inusitado fez que com que o Museu Oscar Niemeyer ganhasse entre os moradores o apelido de Museu do Olho.

 

Projetado pelo arquiteto e artista que dá nome ao museu, o MOM é o melhor espaço dedicado à arte na cidade de Curitiba.

 

O Museu do Olho dispõe de acervo permanente e também de mostras itinerantes. Entre os nomes de destaque no acervo do MOM estão Andy Warhol, Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Caribé, Tomie Ohtake e o próprio Oscar Niemeyer, que conta com uma mostra destinada a homenageá-lo.

ÓPERA DE ARAME

A arquitetura singular da Ópera de Arame faz com que ela figure entre os mais belos prédios de Curitiba e, por isso mesmo, um dos mais visitados pelos turistas. O local, na prática, é um grande teatro e casa de espetáculos.

 

A Ópera de Arame, construída em estrutura tubular e vidro, recebe concertos, apresentações teatrais e shows de todos os gêneros. Tudo em meio a uma grande área repleta de verde.  

 

Localizada no Parque das Pedreiras, a Ópera de Arame forma com o Espaço Cultural Paulo Leminski um grande complexo destinado à arte e cultura..

MEMORIAL UCRANIANO

Parte do Parque Tingui, o Memorial Ucraniano foi construído em homenagem ao centenário da imigração Ucraniana em Curitiba. Em 1891 oito famílias vindas da Ucrânia chegaram à cidade e deram início ao processo de imigração que levou mais de 45 mil moradores daquele país à Curitiba.

O memorial é composto de várias casas construídas em estilo bizantino, arquitetura típica da Ucrânia, com destaque para a réplica da Igreja de São Miguel, originalmente construída na Serra do Tigre. Além dela, é possível visitar no local uma pequena exposição de pêssankas, os ovos coloridos pintados à mão e característicos da cultura ucraniana. Na área externa, uma grande escultura faz referência a essa tradição.

 

O espaço é cercado de muito verde, com árvores que formam um bosque digno de contos de fadas. Ao longo do ano, acontecem festas típicas da Ucrânia nos espaços do memorial, onde também há a venda de artesanatos e uma lanchonete oferece bens básicos de consumo para os visitantes.

TORRE PANORAMICA

O visual no alto da Torre Panorâmica é de 360º. O observatório, único em uma torre de telefonia no país, permite ver a cidade de Curitiba do alto de quase 100 m.

 

No topo, é possível observar como a capital paranaense conseguiu manter o crescimento urbano em equilíbrio com as áreas verdes. A visita é imperdível para quem gosta de ver cidades do alto.

O melhor horário para ir à Torre Panorâmica (também conhecida como Torre da Telepar) é durante o pôr do sol.

MERCADO CENTRAL

Fundado em 1958, o Mercado Municipal de Curitiba é ponto de encontro entre os moradores adeptos de grande feiras, seja para comprar, seja para comer. O espaço oferece dezenas de barracas com temperos, queijos, frutas, verduras, embutidos, carnes e todo tipo de bons ingredientes para um delicioso jantar. Além das barracas especializadas em produtos alimentícios, há também a oferta de vestuário, eletrônicos e artigos para casa.

JARDIM BOTANICO

Principal cartão-postal da capital paranaense, o Jardim Botânico de Curitiba faz parte do imaginário de todo turista que já pensou em ir à cidade. Muito provavelmente esse será o primeiro objetivo dos visitantes que chegam por lá. E a razão é fácil de entender: o Jardim Botânico é um dos mais belos parques da cidade, além de oferecer o maravilhoso visual da estufa de vidro, inspirada no Palácio de Cristal de Londres. 

O parque, com 178 mil m² de área, é repleto de jardins floridos, bons cantinhos para piqueniques e vários cenários para lindas fotos. Dentro da estufa, com área de 458 m², é possível ver espécies de plantas típicas de áreas tropicais. Já o jardim externo tem bem mais o estilo francês, com belos desenhos e passeios entre as áreas coloridas pelas flores, além de uma fonte com água que rende bons cliques.  

Quem for ao Jardim Botânico poderá também passear pelo Jardim das Sensações, onde o percurso leva os visitantes a sentirem a natureza com mais intensidade. De olhos vendados, é possível perceber aromas e texturas esquecidos quando estamos enxergando. 

Há uma pequena lanchonete que serve de apoio aos visitantes na área do parque, mas bom mesmo é levar a própria cesta de quitutes e esperar o pôr do sol, que acontece através da cúpula de vidro da estufa. Um espetáculo maravilhoso!  

.

CURITIBA - MORRETES

Até parece coisa de antigamente. Da Estação Ferroviária de Curitiba parte o trem com destino à cidade de Morretes. O trajeto, pela Ferrovia Cutiriba-Paranaguá, passa por dentro da Serra do Mar, proporciona belas paisagens e é uma verdadeira volta ao passado. Coisa rara no Brasil, em Curitiba ainda é possível experimentar o delicioso balanço do trem e, de quebra, ainda aproveitar para comer um delicioso barreado nos restaurantes de Morretes.

A viagem em vagão comum acontece todos os dias e o trem tem capacidade para levar até 1.100 passageiros. O trem parte de manhã de Curitiba e retorna de Morretes no final do tarde. O mais comum entre os turistas que procuram esse passeio é fazer o trecho de ida no trem e o retorno de ônibus (opção mais barata) ou pela Estrada da Graciosa, bela e florida via de ligação entre Morretes e Curitiba. Caso opte pelo retorno de trem, você poderá dar a sorte de ainda ver um belo pôr do sol na Serra do Mar. 

A viagem de trem tem duração aproximada de 3h, onde são percorridos 110 km de trilhos em meio a paisagens deslumbrantes. Os passageiros poderão encolher entre o trem comum (com classe econômica, turística e executiva) ou os maravilhosos vagões de luxo, que operam apenas em finais de semana específicos. O roteiro em trem comum oferece opções com guias turísticos e visita às cidades de Morretes e Antonina, assim como almoço em que o prato principal é o típico barreado. 

Vale dizer que a emoção de sentir o vento e até fazer algumas lindas fotos com a cabeça para fora do vagão são possíveis apenas no trem comum, onde as janelas podem ser abertas. O vagão de luxo, com ar condicionado, não permite a abertura das janelas e não possibilita essa diversão. Em compensação, oferece o glamour e luxo dignos dos melhores passeios de trem do mundo. Aliás, a rota foi eleita pelo The Wall Street Journal como um dos mais interessantes roteiros de luxo sobre trilhos do mundo. Quem optar pelo trem de luxo poderá escolher entre pacotes especiais, como jantares e até degustação de cerveja. A viagem vai além de um simples meio de transporte e oferece uma maravilhosa experiência. 

BOSQUE ALEMÃO

A vista no alto do mirante é de impressionar. O Bosque Alemão oferece um dos melhores pontos de Curitiba para observar a cidade junto à Serra do Mar. O espaço verde — com 38.000 m² e localizado na área da antiga leiteria da família Schaffer — tem natureza exuberante e vários espaços que fazem homenagem e referência aos povos germânicos. 

A visita começa no alto, onde o Oratório de Bach recebe os visitantes. O prédio, em estilo neogótico, é réplica de uma antiga igreja presbiteriana que existiu na cidade. A partir dali, é possível caminhar pela ponte de madeira que leva ao mirante. A escadaria desce até o bosque e é passeio imperdível, especialmente para as crianças. A trilha que segue em meio à mata fechada é um conto de fadas, não só pelo maravilhoso cenário, mas por descrever durante o trajeto o conto João e Maria, dos irmãos Grimm. No caminho, há ainda uma sala de leitura onde os pequenos podem ouvir histórias. A biblioteca é chamada de Casa da Bruxa. O final do trajeto, todo em descida e bem fácil de ser percorrido, é no pórtico que reproduz a fachada da Casa Milla, um dos belos exemplares da arquitetura alemã na cidade de Curitiba. 

PARQUE BARIGUI

Um dos maiores símbolos não oficiais de Curitiba, as capivaras reinam no gramado do Parque Barigui. O lugar está entre os mais procurados pelos moradores nos dias em que o sol decide aparecer. O parque é cortado pelo rio Barigui e tem um lago que oferece um lindo cenário para o entardecer atrás dos prédios da cidade e forma um belo skyline de Curitiba. O Barigui também é casa de um jacaré do papo amarelo, que costumeiramente toma sol às margens do lago. 

 

Quem for ao parque encontrará restaurante, pavilhão de exposições, o Museu do Automóvel, academia de ginástica, pista de cooper e patinação, ciclovia e churrasqueiras. São mais de 1.400.000 m² disponíveis para os moradores curtirem ao ar livre. 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now